Domingo, 14 de Março de 2010

Rua da Escola Agricola da Paiã

 

 

 

…e é assim, em Magoito há uma rua com o nome "Escola Agrícola da Paiã", parece coisa com pouco sentido, mas não, até tem algum sentido.

A Paiã é um lugar, hoje quase absorvido pelos blocos de cimento e as pistas de asfalto, faz parte da freguesia da Pontinha e concelho de Odivelas, mas á meia dúzia de anos era parte integrante da freguesia de Odivelas, concelho de Loures, lugar tipicamente Saloio.

Existia a Escola Agrícola denominada, Escola Prática de Agricultura D. Dinis, que funcionava em regime interno, ou seja uma escola tipo quartel da tropa, aonde se aprendia as artes e técnicas agrícolas - coisa que hoje não tem interesse nenhum - e todos os ramos relacionados com a terra, de lá saíram alguns nomes famosos, alguns já falecidos, outros ainda passam nos ecrãs da televisão, uns por feitos honrosos outros por feitos vergonhosos, sabem bem como é.

Hoje, denomina-se, Escola Profissional Agrícola D. Dinis, é uma escola do tipo E+B+S ou coisa parecida, vocacionada para a agricultura e agro-pecuária.

Por estranho que pareça houve uma pessoa de Fontanelas que emigrou para a Paiã, atrás de uma paixão e talvez ao "cheiro" da agricultura, por lá fez família, família essa sempre muito ligada a Fontanelas e á praia de Magoito, sim praia de Magoito, á cinquenta anos, data a partir da qual eu me recordo, uma vinda a Fontanelas tinha como visita obrigatória a praia de Magoito.

Esta "doença" foi transmitida ao Sr. Tudela e a alguns alunos mais amigos da casa, mais atrevidos e mais afoitos, então de vez em quando lá partiam á descoberta da Praia de Magoito, não só nas datas que constam na placa comemorativa que está á entrada do pinhal, mas até meados dos anos 60.

Imaginem a aventura, 10 ou 12 pessoas dentro de uma carrinha Packard quase toda construída em madeira e (ou) 20 ou 30 pessoas dentro de uma camioneta Hanomag de caixa fechada, nada de ar condicionado, nada de boas estradas, os assentos eram confortáveis fardos de palha, viagem que hoje dura cerca de 30 minutos poderia durar 3 ou 4 horas dependia basicamente da quantidade de furos que poderia haver pelo caminho.

Grandes ases do volante fizeram vezes sem conta essa aventura, alguns nomes que vale a pena recordar: O Bananeira, o Sr. Artur Chauffeur, o Sr. Bernardino, já todos partiram na sua definitiva viagem.

Ao chegar á praia de Magoito, montava-se o acampamento, no pinhal do lado esquerdo da descida mais ou menos aonde está hoje a cabine da EDP, posteriormente já nos anos 60, no vale, ao lado do Rio da Mata, os fardos de palha eram imediatamente transformados em colchões, a palha era espalhada de uma maneira o mais uniforme possível, algumas vezes sob tendas emprestadas pela Força Aérea (não sei como) e assim se passava uns fins-de-semana e ás vezes umas belas férias.

Sempre se aproveitava para dar uma escapadela a Fontanelas, para provar o vinho ou arranjar alguma fruta que dava bastante jeito.

A Praia de Magoito nesta altura era pouco conhecida, quase não tinha ninguém, só nos Domingos da chamada época alta é que se via mais alguns veraneantes, de resto era a "nossa praia".

Já agora, para que os seus nomes não fiquem esquecidos no tempo, nos anos 60, o Ti Afonso era o Banheiro que tinha a concessão da praia, o seu filho Manecas, grande nadador, ensinou centenas de pessoas a nadar, ainda há pessoas na Paiã que sabem nadar graças a ele e o Agostinho da Tojeira, funileiro de profissão, banheiro durante a época.  

Este texto poderia ser muito mais longo, falta contar muita coisa, um dia vou tentar alongá-lo um pouco mais.

Cá fica uma pequena homenagem a Leonor Maria, minha Avó, a emigrante que foi de Fontanelas para a Paiã.

Por tudo isto, a Rua da Escola Agrícola da Paiã…

 

 
 
O Bananeira ao volante do Packard
 
Packard 120
 
Hanomag L-28 do inicio dos anos 50
 
e Hanomag Kurier, já nos anos 60
 
publicado por cavalinho malandro às 10:13
link do post | comentar | favorito
2 comentários:
De João Vasco a 15 de Março de 2010 às 17:11
Bonita homenagem.
Um abraço
De Anónimo a 16 de Dezembro de 2012 às 08:30
Grata pela partilha....
Não resisti e levei...

Comentar post

. mais sobre mim

. pesquisar

 

. Fevereiro 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29

. posts recentes

. O Manual do Saco de Água ...

. O Cavalinho Malandro foi ...

. Paquete Funchal

. Antonov An-225

. Vinha da Galega

. Manual do secador

. Rua da Escola Agricola da...

. A rir é que a gente se en...

. Energia Eólica

. O nascer do Sol

. Praia do Magoito

. Praia das Maçãs

. Palácio Nacional de Mafra

. Capela de S. Mamede

. A Lua

. Azenhas do Mar

. Pôr-do-sol

. FIESA 2009

. Casta Ramisco

. Maçã Reineta

. arquivos

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Julho 2013

. Junho 2013

. Outubro 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Janeiro 2010

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. links

blogs SAPO
RSS