Domingo, 29 de Novembro de 2009

Energia Eólica

 

A energia eólica é uma fonte de energia renovável que designa a energia cinética do vento, ou seja, do ar em movimento.

A origem da energia eólica está no Sol, que aquece a superfície da Terra de forma não uniforme. Isso dá origem a que, em zonas de maior impacto solar, o ar aqueça e suba, formando um núcleo de baixas pressões, enquanto o ar frio permanece a menor altitude gerando as altas pressões. É esta diferença de pressões e o consequente deslocamento das massas de ar, das altas para as baixas pressões, que está na origem do vento. O recurso eólico é também influenciado por factores locais, tais como a rugosidade e a orografia do terreno, entre outros.

A energia cinética do vento transforma-se em energia eléctrica através de aerogeradores, estes são formados por uma torre e uma gôndola composta por um rotor, caixa multiplicadora, gerador e aparelhos de medição (anemómetro para medir a velocidade do vento, cata-vento para conhecer a sua direcção e um pára-raios).

O rotor é constituído pelas pás e por um eixo que transmite o movimento de rotação ao gerador. São as pás que captam o vento e transmitem a sua potência ao multiplicador que aumenta a velocidade do eixo, do multiplicador, a energia mecânica é transmitida ao gerador, que a transforma em energia eléctrica para posterior ligação á rede eléctrica.

O aerogerador mais comum é do tipo de eixo horizontal em torno do qual giram as pás. Os aerogeradores de eixo horizontal encontram-se mais desenvolvidos, tanto a nível técnico como comercial, sendo os mais adequados à produção de energia eléctrica em larga escala. Quanto ao número de pás, os mais utilizados são os de três pás, já que apresentam maior eficácia pela sua menor resistência ao ar. A gama de potências dos aerogeradores varia desde os de 100 W, com o diâmetro das pás na ordem de 1 metro, até cerca de 5 MW, estes com o diâmetro das pás e altura da torre superiores a 100 metros.

Alguns números para definir o aerogerador mais usado em Portugal, tomando como padrão, um aerogerador de 3 MW:

 

Diâmetro do rotor:       95 metros

Altura da torre:             100 metros

Peso da torre:              380 toneladas

Peso da gôndola:        45 toneladas

Peso do rotor:              30 toneladas

Peso de cada pá:        9 toneladas

Velocidade do rotor:   19/21 RPM

Energia produzida:     3.000.000 W

Vida útil:                        20 anos

 

Parque eólico de Marvão, Ribamar  (Out. 2009)

 

 

Parque eólico do Funchal, Malveira  (Set 2009)

 

 

Luciano Canelas 2009

publicado por cavalinho malandro às 22:26
link do post | comentar | favorito
1 comentário:
De João Vasco a 30 de Novembro de 2009 às 14:33
Boa explicação. Um abraço

Comentar post

. mais sobre mim

. pesquisar

 

. Fevereiro 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29

. posts recentes

. O Manual do Saco de Água ...

. O Cavalinho Malandro foi ...

. Paquete Funchal

. Antonov An-225

. Vinha da Galega

. Manual do secador

. Rua da Escola Agricola da...

. A rir é que a gente se en...

. Energia Eólica

. O nascer do Sol

. Praia do Magoito

. Praia das Maçãs

. Palácio Nacional de Mafra

. Capela de S. Mamede

. A Lua

. Azenhas do Mar

. Pôr-do-sol

. FIESA 2009

. Casta Ramisco

. Maçã Reineta

. arquivos

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Julho 2013

. Junho 2013

. Outubro 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Janeiro 2010

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. links

blogs SAPO
RSS